Personal tools
Você está aqui: Home O que fazemos ProAnima na mídia
Document Actions

ProAnima na Mídia

Subir um nível
Conheça o que já foi feito pela ProAnima e publicado na mídia.
Bom Dia DF - Número de animais domésticos abandonados aumenta em janeiro
Segundo a gerência de Zoonoses, o abandono é crime previsto em lei. Quem viajar e não tiver com quem deixar o bichinho, pode recorrer a hotéis especializados.
Gente que faz: ONGs e outras associações em prol dos animais
Que tal começar este texto com uma bela frase? Se ter heróis e heroínas para admirar é muito bom, tomá-los como exemplo e procurar fazer pelo menos tão bem é melhor ainda. Não foi só na Idade Média que o mundo tinha necessidade de um São Francisco de Assis consciente da necessidade de se tratar bem e proteger os animais. E nem é preciso ter um saldo bancário tão grande quanto o coração como, por exemplo, Lily Marinho, que abriga gatos e mais gatos numa mansão especial, que só de IPTU consome quase 50 mil reais. Sem dúvida é louvável a atitude de Lily, que deixa de viajar pela Europa e ficar comprando roupas de grife em prol de animais abandonados. Mas com menos, até bem menos, tal como o beija-flor da fábula, cada pessoa pode fazer sua parte. Basta gostar de animais, ter consciência da necessidade que têm de carinho e bem-estar, arregaçar as mangas - e, recomendamos, guardar no armário a calça branca.
Animais voltam à natureza
Papagaios com asas cortadas, macacos cegos, quatis estressados, pássaros com patas decepadas. É impossível entrar no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama e não se emocionar? É no local que são tratados os bichos vítimas da crueldade ou doentes. As histórias de maus-tratos são muitas e crescem a cada dia. Dados do órgão ambiental revelam que dos 2.832 animais cuidados pelos Cetas, em 2008, cerca de 800 foram apreendidos durante operações policiais de combate ao tráfico de animais e por meio de denúncias feitas pela população. O restante é entregue voluntariamente no órgão ou é recolhidos em áreas urbanas. Em 2007, 2.605 animais, dos quais 750 vítimas de violência, foram tratados nos Cetas. Os números são referentes ao DF.
Diretoria de Vigilância Ambiental atua em regionais com diagnósticos de leishmaniose
A partir da próxima semana, a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) começa a atuar nas regiões em que houve o diagnóstico positivo da leishmaniose.
IBAMA recolhe cães e gatos por maus tratos no Lago Oeste
A Associação Protetora de Animais do DF (ProAnima), que deu apoio à operação, precisa de voluntários para abrigar os animais até que a Justiça decida o que será feito com eles.
Exames trocados podem revelar falso positivo
A Leishmaniose canina tem provocado discussões no Distrito Federal entre órgãos de saúde e grupos em defesa dos animais. A obrigação de sacrificar os bichos de estimação assusta donos de cães. O mais novo ponto de divergências são as trocas de laudos com os resultados dos exames e até dos nomes dos bichos.
ProAnima entra com ação para que animais passem por mais três testes
Depois da polêmica e dos debates entre o governo, entidades de defesa dos animais e Ministério Público, o sacrifício de cães doentes foi parar na Justiça. A Sociedade Protetora dos Animais (ProAnima) entrou, ontem, com uma ação civil pública contra a Secretaria de Saúde para pedir mudanças na política de combate à leishmaniose. A entidade quer que o governo faça pelo menos três exames diferentes nos cachorros com suspeita da doença antes da eutanásia. O GDF garante que a medida é inviável, já que contraria as normas definidas pelo Ministério da Saúde.
Mil cães podem ser sacrificados por secretaria
Reunião definirá destino de animais que tiveram exame positivo para leishmaniose. Entidade é contra mortes
Leishmaniose: cachorros no corredor da morte
Exames realizados entre janeiro e agosto indicam que 30% dos cães avaliados em Sobradinho, Lago Norte e Varjão estão contaminados. Ministério recomenda sacrifício para evitar quarto caso do ano em humanos.
Jornal do Brasil: Carroceiros, problema sem solução
Donos de carroças insistem em voltar para as ruas, mesmo com apreensão de cavalos
Programa VIA LEGAL: Defesa dos animais de Circo
O uso de animais em espetáculos de circo gera polêmica e, muitas vezes, só termina quando o caso chega aos tribunais.
Bom dia Brasil - Animais soltos em Brasília ganham chip de identificação
Em Brasília, é possível rastrear de longe os animais. Os cavalos recebem um chip de identificação, e o Detran oferece curso para essa categoria de motorista.
DFTV: Exame de leishmaniose pode ter erro
A Secretaria de Saúde está recomendando que cães sejam sacrificados por causa da leishmaniose, mas não informa que o exame feito pela Zoonoses, nos cachorros, pode falhar.
Crueldade: cães são assassinados dentro de casa na Ceilândia-DF
 
20 mil cães vivem em total abandono no DF
Entidades constatam que muitos animais são largados à própria sorte pelas ruas, apresentam maus-tratos e correm sérios riscos de morte.
Bichos somem do Le Cirque
Uma operação cinematográfica foi montada na manhã de ontem pela Delegacia Especial do Meio Ambiente (Dema) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para remover os 14 animais que estavam sob a tutela do circo Le Cirque, instalado no estacionamento do Estádio Mané Garrincha desde o final de julho. A ação policial, que recebeu o nome de operação Arca de Noé, contou com o apoio do Detran, Defesa Civil, Delegacia de Operações Especiai s (DOE) e Jardim Zoológico de Brasília. Mesmo com todo esse aparato, o cumprimento da ordem judicial foi frustrado.
Justiça luta para afastar animais do Le Cirque
 
Le Cirque consegue reaver animais na Justiça
Governo cassa alvará e recolhe animais durante a tarde, mas Justiça, à noite, concede liminar ao dono do circo e autoriza os espetáculos com bichos.
Condomínio no DF aprova medidas para guarda responsável de animais domésticos
Norma aprovada demonstra sintonia com os princípios do Bem-estar Animal e pode ser exemplo para todo o País. Para elaborar a Resolução, os Conselheiros contaram com a colaboração da ProAnima.
Multado por maus-tratos
A história de um rapaz que descontou sua irritação no cachorro aconteceu em Brasília e provocou a discussão sobre a violência contra os animais. O agressor, um jovem de 18 anos, foi multado pelo Ibama; o cachorrinho, da namorada dele, foi adotado.