Personal tools
Você está aqui: Home Ouça a Voz dos Animais Animais de Companhia Saúde Leishmaniose A Vacina
Document Actions

A Vacina

Existe vacina para cães?

SIM, a Leishmaniose pode ser prevenida no cães pelo uso da vacina Leishmune, felizmente já disponível em clínicas veterinárias no DF. Estudos demonstram que a vacina protege entre 90-97% os cães da Leishmaniose. Esta é uma cobertura superior à oferecida pela maioria das outras vacinas disponíveis no mercado. Estudos também apontam o BLOQUEIO de transmissão da doença, ou seja, o mosquito que pica o cão vacinado deixa de ser transmissor, o que é importante para o controle da doença.

  • Mas a vacina não é contra-indicada pelo Ministério da Saúde?

Este é um mito sobre a vacina. Toda vacina de uso animal tem registro não no Ministério da Saúde mas no Ministério da Agricultura e Pecuária. É o que ocorre com a vacina Leishmune. Este registro requer uma série de estudos, já realizados. Sobre o Ministério da Saúde, ele ainda não se convenceu sobre a eficácia da aplicação da vacina em cães como forma de combate à Leishmaniose em humanos, pois a saúde HUMANA é o foco do Ministério. Desta forma, não há dúvidas sobre a eficácia da vacina em cães. O Minsitério da Saúde não adotou a Leishmune em campanhas de vacinação pública alegadamente porque o animal vacinado testaria positivo na sorologia do inquérito , atrapalhando os resultados. Mas existem formas de diferenciar os animais vacinados dos infectados.

  • Como é administrada a vacina?

Primeiro realiza-se um exame clínico e um exame laboratorial ( sorológico) para detectar que o cão não está soropositivo antes de ser vacinado. Depois o cão recebe três doses sucessivas da vacina, com 21 dias de intervalo entre cada uma. Caso venha a ser testado depois e aprensentar exame positivo ( porque ao ser vacinado ele desenvolve anticorpos contra a Leishmania), o laudo anterior e a vacinação são apresentados para mostrar que a reação é devido à vacina e não à doença.


Mesmo o cão vacinado deve usar repelente!!!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
REFERÊNCIAS: